latest articles

José, Maria e a morte de sua criança no sertão nordestino


Maria deu à luz sob o olhar insuspeito de uma vaca e um jegue – figurante sempre presente nessas ocasiões há quase dois mil anos. José acompanhava a cena de perto, amparado pelas paredes de barro e um cigarro de palha. A fumaça esbranquiçada fugia pela porta e fundia-se à paisagem queimada de sol. A pele do bebê à lavoura, que morreu ainda no pé por carência d`água. Mal presságio… Ao contrário da outra criança – do outro José com a outra Maria – não recebeu reis, muito menos presentes. Contudo, para ambos o destino já estava escrito.
Os anos se passaram e ela cismou em ficar do mesmo tamanho. Talvez por causa da água e da comida. Ou da falta de ambos. Certo mesmo é que adoeceu. O pai, desesperado, correu de um lado para o outro e levou-a para se tratar. Diarréia, disenteria, olhar longo, profundo, perdido. Os doutores fizeram o que podiam e mandaram-na de volta para casa. Naquela tarde, rastejou pelo chão da sala, agonizando. Maria avisou ao marido que a criança estava indo embora. Mas sabiam que de nada adiantaria, pois há tempos a fome vinha comendo-a por dentro. Então, José, resignado, foi à cidade fazer a única coisa que estava ao seu alcance: pedir uma caixão emprestado, prática comum por aquelas bandas. Quando voltou, a filha já estava morta.
Essa cena se repetiria mais cinco vezes na vida da família Bezerra, cuja história pude registrar, anos atrás, e que tomo a liberdade de trazer aqui neste 25 de dezembro. Assim como eles, muitos Josés e muitas Marias enterraram a fome de seus filhos pelo Nordeste brasileiro. No rádio e na TV sempre chegaram notícias de que o motivo disso tudo era das secas, que castigam o sertão de tempos em tempos. Mas os simples cordéis, pendurados nos varais das feiras livres nos finais de semana, contam mais a verdade. Remexendo nas anotações, achei algo do tipo: “Doutor, vixe, água não é o problema! / Aqui com a seca e com jeitinho nós se arresolve / O que dói mesmo e é difícil de entender / É a falta de terra, disso ninguém se comove / Falta não, me corrijo antes de tudo / Tem muita por aí, mas é do coroné o seu uso”.
Cerca de 11,2 milhões de pessoas (ou 5,8% da população no país) conviveram com a fome em 2009 – um milhão delas, crianças de até quatro anos de idade – por falta de dinheiro para comprar comida. A informação é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.
Os programas sociais de distribuição de renda e suas ações correlatas, programas de Saúde da Família, além das atividades de organizações da sociedade civil como a Pastoral da Criança, melhoraram muito esse quadro. Sem contar a geração de empregos e a própria estabilidade econômica. A quantidade de pessoas em situação de inseguração alimentar grave passou de 8,2% para os 5,8% já citados entre 2004 e 2009, ou seja, cerca de 7 milhões de pessoas melhoraram de vida. Mas a fome ainda persiste e é exemplar que diversos veículos de comunicação tenham trazido radiografias sobre o tema no país neste final de ano.
A cantilena é antiga, mas garantir terra e, principalmente, condições de produção, com apoio técnico, irrigação e financiamento, e facilitar o escoamento das mercadorias é uma das soluções poderosas não pontuais para o problema. Sem contar que isso ajuda a garantir mais alimentos na mesa do brasileiro – uma vez que a pequena agricultura familiar é responsável por boa parte dos produtos in natura que consumimos. Hoje a maior parte dos recursos e das prioridades ainda passa longe desse pessoal, por mais que a atenção dada eles tenha crescido nos últimos tempos.
O problema é que tanto na história cristã quanto no caso do sertão de Alagoas descrito acima, as coisas aconteceram como aconteceriam. A diferença é que não é tao difícil reescrever o fim das histórias curtas, que se encerram precocemente, do segundo caso. Avançamos, mas precisamos fazer a parte que falta para que a história mude de vez e casos de desnutrição infantil seguidos de morte não ocorram.
Essas famílias podem até ser ignoradas pelo “céu”, que não manda a chuva, mas se estrepam mesmo é com a ação direta do pessoal de carne e osso (que está de olho em suas terras ou sua força de trabalho), a inação do Estado e a complacência de muitos de nós.
Dito isso, desejo a todos um Feliz Natal.

Original: http://blogdosakamoto.uol.com.br/2010/12/25/jose-maria-e-a-morte-de-sua-crianca-no-sertao-nordestino/
Read more

Lula: Brasil milagre economico.

                                                                                        Jornal do Brasil  1° de julho 1994

Muitos nao sabem, ou não querem lembrar que durante a segunda metade do século 20, nosso país esteve durante muito tempo com um alto índice de inflação. Essa trajetória começa a ser interrompida em 1994, com a implantação do Plano Real, O programa foi o mais amplo plano econômico já realizado no Brasil, e tinha como objetivo principal o controle da hiperinflação que dominava o cotidiano dos Brasileiros.O Plano Real foi uma proposta do Governo Itamar Franco que nomeou Fernando Henrique Cardoso para o ministério da Fazenda, ele como Ministro da Fazenda conseguiu êxito com o Plano Real e a instituição da URV, no governo Itamar O Plano Real mostrou-se nos meses e anos seguintes o plano de estabilização econômica mais eficaz da história, reduzindo a inflação (objetivo principal), ampliando o poder de compra da população, e remodelando os setores econômicos nacionais.
O Salário Mínimo Nominal dobrou durante o Plano Real.
No primeiro dia do Plano Real, um Salário Mínimo comprava apenas 60% de uma cesta básica. No ano de 1995, este poder de compra do salário elevou-se em 50%, passando a adquirir 90% de uma cesta básica. Hoje, com um Salário Mínimo pode-se comprar uma cesta básica e ainda sobra dinheiro.






Após a implantação do plano, durante mais de seis anos, uma grande sequência de reformas estruturais e de gestão pública foram implantandas para dar sustentação a estabilidade econômica, entre elas destacam-se: Privatização de vários setores estatais, o Proer, a criação de agências reguladoras, a Lei de Responsabilidade Fiscal, a liquidação ou venda da maioria dos bancos pertencentes aos governos dos estados, a total renegociação das dívidas de estados e municípios com critérios rigorosos (dívida pública), maior abertura comercial com o exterior, entre outras.

O rendimento médio nominal das pessoas ocupadas em todas as regiões metropolitanas do país mais que dobrou desde a implantação do Plano Real. 





Efeitos em longo prazo

Os efeitos em longo prazo esperado à época do lançamento do Plano Real foram:
  • Manutenção de baixas taxas inflacionárias e referências reais de valores;
  • Aumento do poder aquisitivo das famílias brasileiras;
  • Modernização do parque industrial brasileiro;
  • Crescimento econômico com geração de empregos.
Cquote1.svg A estabilidade monetária é o fator condicionante. A prosperidade econômica é o fator condicionado. Cquote2.svg
Pedro Sampaio Malan, Ministro da Fazenda.
 


Toda a sociedade apoiou o plano, porque nunca se tinha visto na historia desse país um momento onde a inflação chegasse a um nível tão baixo desde a invasão dos portugueses, onde patrões e trabalhadores, não tinham mais razão de reivindicar aumentos. O governo fazia muita propaganda onde falava na melhora do poder aquisitivo dos menos favorecidos, que a partir do Plano Real poderiam comprar a credito, porque as prestações não sofreriam aumento todo mês como antes do plano. O brasileiro passou a comprar mais, a economia foi reaquecida. 

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Plano_Real
Read more

Caso Omayra

   Omayra Sanchez foi uma vítima de uma calamidade provodado pelo vulcão Nevado del ruiz no ano de 1985 ela ficou presa por três dias entre lodo, pedaços de sua própria casa e os corpos de seus próprios pais.
Para salva-la seria necessário amputar-lhe as pernas, mas faltavam médicos experientes para isso.
Omayra resistiu o quanto pode, aguentou firme, até sua morte. Sua agonia, foi passada na TV em tempo real, o tempo todo. Até chegar a um ponto em que a conformidade toma conta, e ela diz suas últimas palavras. (video abaixo) o fotografo relata "Quando eu tirei as fotos eu me senti completamente impotente na frente dessa menininha, que estava enfrentando a morte com coragem e dignidade. Ela podia sentir que a vida dela estava indo embora." Frank Fournier.

   Durante os três dias, manteve-se pensando somente em voltar ao colégio e a seus exames e a convivência com seus amigos.
O fotógrafo Frank Fournier, fez uma foto de Omayra que deu a volta ao mundo e originou uma controvérsia a respeito da indiferença do Governo Colombiano com respeito às vítimas de catástrofes. A fotografia foi publicada meses após o falecimento da garota.
Muitos vêem nesta imagem de 1985 o começo do que hoje chamamos Globalização, pois sua agonia foi vivenciada em tempo real pelas câmaras de televisão de todo o mundo.





Read more

Chernobil

Acidente Nuclear de Chernobil

O acidente nuclear de Chernobil ocorreu dia 26 de abril de 1986, na Usina Nuclear de Chernobyl (originalmente chamada Vladimir Lenin) na Ucrânia (então parte da União Soviética). É considerado o pior acidente nuclear da história da energia nuclear, produzindo uma nuvem de radioatividade que atingiu a União Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido.

Grandes áreas da Ucrânia, Belarus e Rússia foram muito contaminadas, resultando na evacuação e reassentamento de aproximadamente 200 mil pessoas. Cerca de 60% de radioatividade caiu em terra na Belarus.
O acidente fez crescer preocupações sobre a segurança da indústria nuclear soviética, diminuindo sua expansão por muitos anos, e forçando o governo soviético a ser menos secreto. Os agora separados países de Rússia, Ucrânia e Belarus têm suportado um contínuo e substancial custo de descontaminação e cuidados de saúde devidos ao acidente de Chernobyl. É difícil dizer com precisão o número de mortos causados pelos eventos de Chernobyl, pelas mortes esperadas de câncer, que ainda não ocorreram e são difíceis de atribuir especificamente ao acidente. Um relatório da ONU de 2005 atribui 56 mortes até aquela data – 47 trabalhadores acidentados e 9 crianças com câncer de tireóide – e estima que cerca de 4000 pessoas morrerão de doenças relacionadas ao acidente. O Greenpeace, entre outros, contesta as conclusões do estudo.

A instalação
A usina de Chernobyl está situada nas proximidades de Pripyat, Ucrânia, 18 km ao noroeste da cidade de Chernobyl, 16 km da fronteira com Belarus e cerca de 110 km ao norte de Kiev. A usina era composta por quatro reatores, cada um capaz de produzir 1 GW de energia elétrica (3.2 gigawatts de energia térmica). Em conjunto, os quatro reatores produziam cerca de 10% da energia elétrica utilizada pela Ucrânia na época do acidente. A construção da instalação começou na década de 1970, com o reator "1" instalado em 1977, seguido pelos reatores "2" (1978), "3" (1981) e "4" (1983). Dois outros reatores, "5" e "6", também capazes de produzir 1 GW cada, estavam em construção na época do acidente.
As quatro instalações eram projetadas com um tipo de reator chamado RBMK-1000.

O acidente
Sábado, 26 de abril de 1986, à 1:23:58 da manhã, hora local, o quarto reator da usina de Chernobyl - conhecido como Chernobyl 4 - sofreu uma violenta explosão de vapor que resultou em incêndio, uma série de explosões sucessivas e um derretimento nuclear.

Causas
Há duas teorias oficiais conflitivas sobre a causa do acidente. A primeira foi publicada em agosto de 1986 e efetivamente colocou culpa exclusivamente nos operadores da usina. A segunda teoria foi publicada em 1991 e atribuiu o acidente a defeitos no projeto do reator RBMK, especificamente nas hastes de controle. As duas versões foram fortemente apoiadas por diferentes grupos, inclusive os projetistas dos reatores, pessoal da usina de Chernobyl e o governo. Alguns especialistas independentes acreditam que nenhuma das teorias estava satisfatoriamente correta.

Outro importante fator que contribuiu para o acidente foi o fato que os operadores não estavam informados sobre certos problemas do reator. De acordo com um deles, Anatoli Dyatlov, o projetista sabia que o reator era perigoso em algumas condições, mas intencionalmente omitiu esta informação. A gerência da instalação era em grande parte composta de pessoal não qualificado em reatores tipo RBMK. O diretor, V.P. Bryukhanov, possuía experiência e treinamento em usina termo-elétrica a carvão. Seu engenheiro chefe, Nikolai Fomin, também veio de uma usina convencional. O próprio Anatoli Dyatlov, ex-engenheiro chefe dos reatores 3 e 4, somente tinha alguma experiência com pequenos reatores nucleares.

Em particular:

* O reator tinha um Coeficiente de Vazio positivo perigosamente alto. Dito de forma simples, isto significa que se bolhas de vapor se formam na água de resfriamento, a reação nuclear se acelera, levando à supervelocidade se não houver intervenção. Pior, com carga baixa, este Coeficiente de Vazio não era compensado por outros fatores, os quais tornavam o reator instável e perigoso. Que o reator fosse perigoso a baixa carga não era de fácil percepção nem de conhecimento dos operadores.
* Um defeito mais significante do reator era o projeto das hastes de controle. Num reator nuclear, hastes de controle são inseridas no reator para diminuir a reação. Entretanto, no projeto do reator RBMK, as extensões das hastes de controle eram parcialmente ocas. Quando as hastes de controle eram inseridas, pelos primeiros segundos, o resfriador (água) era distribuído pelas partes ocas das hastes. Uma vez que o resfriador (água) é um absorvedor de nêutrons, a potência do reator na realidade sobe. Este comportamento também não é de fácil percepção e não era de conhecimento dos operadores.
* Os operadores foram descuidados e violaram procedimentos, parcialmente, porque eles ignoravam os defeitos de projeto do reator. Também muitos procedimentos irregulares contribuíram para causar o acidente. Um deles foi a comunicação ineficiente entre os escritórios de segurança e os operadores encarregados do experimento conduzido naquela noite.

É importante notar que os operadores desligaram muitos dos sistemas de proteção do reator o que era proibido pelos guias técnicos publicados, a menos que houvesse mau funcionamento. De acordo com o relatório da Comissão do Governo, publicado em agosto de 1986, os operadores removeram pelo menos 204 hastes de controle do núcleo do reator (de um total de 211 deste modelo de reator). O mesmo guia, citado acima, proibia a operação do RBMK-1000 com menos de 15 hastes dentro da zona do núcleo.

Eventos
Dia 25 de abril de 1986, o reator da Unidade 4 estava programado para ser desligado para manutenção de rotina. Foi decidido usar esta oportunidade para testar a capacidade do gerador do reator para gerar suficiente energia para manter os sistemas de segurança do reator (em particular, as bombas de água) no caso de perda do suprimento externo de energia. Reatores como o de Chernobyl têm um par de geradores disel disponível como reserva, mas eles não são ativados instantaneamente - o reator é portanto usado para dar partida à turbina. A certo ponto a turbina seria desconectada do reator e deixada a girar sob a força de sua inércia rotacional e o objetivo do teste era determinar se as turbinas, na sua fase de queda de rotação poderiam alimentar as bombas enquanto o gerador estivesse sendo ligado. O teste foi realizado com sucesso previamente em outra unidade, com as medidas de proteção ativas e o resultado foi negativo, isto é, as turbinas não geravam suficiente energia, na fase de queda de rotação, para alimentar as bombas, mas melhorias adicionais foram feitas nas turbinas o que levou à necessidade de repetir os testes.

A potência de saída do reator 4 devia ser reduzida de sua capacidade nominal de 3,2 GW para 700 MW a fim de realizar o teste com baixa potência, mais segura. Porém, devido à demora em começar a experiência, os operadores do reator reduziram a geração muito rapidamente e a saída real foi de somente 30 MW. Como resultado, a concentração de nêutron absorvendo o produto da fissão, xenon-135, aumentou (este produto é tipicamente consumido num reator em baixa carga). Embora a escala de queda de potência estivesse próxima ao máximo permitido pelos regulamentos de segurança, a gerência dos operadores decidiu não desligar o reator e continuar o teste. Além disso, foi decidido reduzir a duração do experimento e aumentar a potência para apenas 200 MW. A fim de superar a absorção de nêutrons do excesso de xenon-135, as hastes de controle foram puxadas para fora do reator mais rapidamente que o permitido pelos regulamentos de segurança. Como parte do experimento, à 01:05 de 26 de abril, as bombas que foram alimentadas pelo gerador da turbina foram ligadas; o fluxo de água gerado por essa ação excedeu o especificado pelos regulamentos de segurança. O fluxo de água aumentou à 01:19 h. Uma vez que a água também absorve nêutrons, este adicional incremento no fluxo de água requeria a remoção manual das hastes de controle, produzindo uma condição de operação altamente instável e perigosa.

À 01:23 h, o teste começou. A situação instável do reator não era percebida, de nenhuma maneira, no painel de controle e não parece que algum dos operadores estivesse totalmente consciente do perigo. A energia para as bombas de água foi cortada e como as turbinas foram conduzidas pela inércia rotacional do gerador da turbina, o fluxo de água diminuiu. A turbina foi desconectada do reator aumentando o nível de vapor no núcleo do reator. À medida que o líquido resfriador aquecia, bolsas de vapor se formavam nas linhas de resfriamento. O projeto peculiar do reator moderado à grafite, RBMK, em Chernobyl tem um grande Coeficiente de Vazio positivo, o que significa que a potência do reator aumenta rapidamente na ausência da absorção de nêutrons da água, e nesse caso, a operação do reator torna-se progressivamente menos estável e mais perigosa.

À 01:23 os operadores pressionaram o botão AZ-5 (Defesa Rápida de Emergência 5) que ordenou uma inserção total de todas as hastes de controle, incluindo as hastes de controle manual que previamente haviam sido retiradas sem cautela. Não está claro se isso foi feito como medida de emergência, ou como uma simples método de rotina para desligar totalmente o reator após a conclusão do experimento (o reator estava programado para ser desligado para manutenção de rotina). É usualmente sugerido que a parada total foi ordenada como resposta à inesperada subida rápida de potência. Por outro lado Anatoly Syatlov, engenheiro chefe da usina Nuclear de Chernobyl na época do acidente, escreveu em seu livro: "Antes das 01:23, os sistemas do controle central... não registravam nenhuma mudança de parâmetros que pudessem justificar a parada total. A Comissão...juntou e analisou grande quantidade de material e declarou em seu relatório que falhou em determinar a razão pela qual a parada total foi ordenada. Não havia necessidade de procurar pela razão. O reator simplesmente foi desligado após a conclusão do experimento."

Devido à baixa velocidade do mecanismo de inserção das hastes de controle (20 segundos para completar), as partes ocas das hastes e o deslocamento temporário do resfriador, a parada total provocou o aumento da velocidade da reação. O aumento da energia de saída causou a deformação dos canais das hastes de controle. As hastes travaram após serem inseridas somente a um terço do caminho e foram portanto incapazes de conter a reação. Por volta de 1:23:47 o reator pulou para cerca de 30GW, dez vezes a potência nominal de saída. As hastes de combustível começaram a derreter e a pressão de vapor rapidamente aumentou causando uma grande explosão de vapor, deslocando e destruindo a cobertura do reator, rompendo os tubos de resfriamento e então abrindo um buraco no teto.

Para reduzir custos, e devido a seu grande tamanho, o reator foi construído com somente contenção parcial. Isto permitiu que os contaminantes radioativos escapassem para a atmosfera depois que a explosão de vapor queimou os vasos de pressão primários. Depois que parte do teto explodiu, a entrada de oxigênio - combinada com a temperatura extremamente alta do combustível do reator e da grafite moderadora - produziu um incêndio da grafite. Este incêndio contribuiu para espalhar o material radioativo e contaminar as áreas vizinhas.

Há alguma controvérsia sobre a exata seqüência de eventos após 1:22:30 (hora local) devido a inconsistências entre declaração das testemunhas e os registros da central. A versão mais comumente aceita é descrita a seguir. De acordo a esta teoria, a primeira explosão aconteceu aproximadamente à 1:23:47, sete segundos após o operador ordenar a parada total. É algumas vezes afirmado que a explosão aconteceu antes ou imediatamente em seguida à parada total (esta é a versão do Comitê Soviético que estudou o acidente). Esta distinção é importante porque, se o reator tornou-se crítico vários segundos após a ordem de parada total, esta falha seria atribuída ao projeto das hastes de controle, enquanto a explosão simultânea à ordem de parada total seria atribuída à ação dos operadores. De fato, um fraco evento sísmico foi registrado na área de Chernobyl à 1:23:39. Este evento poderia ter sido causado pela explosão ou poderia ser coincidente. A situação é complicada pelo fato de que o botão de parada total foi pressionado mais de uma vez, e a pessoa que o pressionou morreu duas semanas após o acidente, em conseqüêcia da ação da radiação.

Seqüência do Evento

* 26 de abril de 1986.
Acidente no reator 4, da Central Elétrica Nuclear de Chernoby. Acontece à noite, entre 25 e 26 de abril de 1986, durante um teste. A equipe operacional planejou testar se as turbinas poderiam produzir energia suficiente para manter as bombas do liquido de refrigeração funcionando, no caso de uma perda de potência, até que o gerador de emergência, à diesel, fosse ativado. Para prevenir o bom andamento do teste do reator, foram desligados os sistemas de segurança.
Para o teste, o reator teve que ter sua capacidade operacional reduzida para 25%.
Este procedimento não saiu de acordo com planejado. Por razões desconhecidas, o nível de potência de reator caiu para menos de 1% e por isso a potência teve que ser aumentada. Mas 30 segundos depois do começo do teste, houve um aumento de potência repentina e inesperada. O sistema de segurança do reator, que deveria ter parado a reação de cadeia, falhou.
Dentro de frações de segundo o nível de potência e temperatura subiram em demasia. O reator ficou descontrolado. Houve uma explosão violenta. A cobertura de proteção, de 1000 toneladas, não resistiu. A temperatura de mais de 2000°C, derreteu as hastes de controle. A grafite que cobria o reator pegou fogo. Material radiativo começou a ser lançado na atmosfera.
* de 26 de abril até 4 de maio de 1986 - a maior parte da radiação é emitida nos primeiros dez dias. Inicialmente há predominância de ventos norte e noroeste. No final de abril o vento muda para sul e sudeste. As chuvas locais freqüentes fazem com que a radiação seja distribuída local e regionalmente.
* de 27 abril a 5 de maio de1986 - aproximadamente 1800 helicópteros jogam cerca de 5000 toneladas de material extintor, como areia e chumbo, sobre o reator que ainda queima.
* 27 de abril 1986 - os habitantes de Pripyat são evacuados.
* 28 de abril 1986, 23:00 h - um laboratório de pesquisas nucleares da Dinamarca anuncia que a ocorrência do acidente nuclear em Chernobil.
* 29 de abril de 1986 - o acidente nuclear de Chernobil é divulgado como notícia pela primeira vez, na Alemanha.
* até 5 de maio 1986 - durante os 10 dias após o acidente, 130 mil pessoas são evacuadas.
* 6 de maio de 1986 - cessa a emissão radiativa.
* de 15 a 16 de maio e 1986 - novos focos de incêndio e emissão radiativa.
* 23 de maio de 1986 - o governo soviético ordena a distribuição de solução de iodo à população.
* Novembro de 1986 - o "sarcófago" que abriga o reator foi concluído. O "sarcófago" destina-se a absorver a adiação e conter o combustível remanescente. O "sarcófago" é considerado uma medida provisória. Foi construído para durar de 20 a 30 anos e seu maior problema é a falta de estabilidade. Como foi construído às pressas há um risco de ferrugem nas vigas.
* 1989 - o governo russo embarga a construção dos reatores 5 e 6 da usina.
* 12 de dezembro de 2000 - depois de várias negociações internacionais a usina de Chernobil é desativada.

Enquanto isso no BRASIL


Por Deivid Cezario Teixeira

· Assim como em outros países, no Brasil, o trabalho com elementos nucleares também já causou fatalidades. Porém diferente dos acidentes ocorridos em Usinas Nucleares, o Césio-137 (como é conhecido), foi uma catástrofe ocorrida fora de uma usina nuclear, e por total desconhecimento por parte de seus causadores.

· No dia 13 de setembro de 1987, na cidade de Goiânia, em Goiás, dois catadores de lixo encontraram uma máquina em um instituto de radioterapia que por hora encontrava-se abandonado. Neste aparelho estava acoplada uma cápsula que continha elemento radioativo (cloreto de césio-137) e que fora levado por estes dois catadores a fim de vender a maquina que era composta de metal e lhes renderiam dinheiro na venda em um ferro velho.

· Quando barganhado no ferro velho e depois de aberto pelo dono, o mesmo encontrou um pó branco, parecido ao sal de cozinha, que quando no escuro, brilhava numa cor azulada. Maravilhado com este fenômeno que o mesmo denominou como “sobrenatural”, levou o pó para casa e chamou os conhecidos para que pudessem ver o elemento que havia encontrado e que não se assemelhava em nada com o que conheciam.

· Algumas horas depois, muitas das pessoas que foram expostas a esta radiação apresentaram sintomas como vômito, diarréia e tonturas. Sem saber por que estavam passando mal, foram ao hospital onde os médicos diagnosticavam como uma virose e receitavam remédios para a mesma. Porém a esposa do dono do ferro velho, ao ver sua filha muito doente resolveu colher uma amostra do pó que seu marido encontrara na máquina e levou à vigilância sanitária da cidade.

· Com isso e após muitas pesquisas, foi diagnosticado que se tratava de um problema nuclear e que as pessoas que foram contaminadas necessitavam urgentemente serem tratadas. As primeiras medidas foram isolar as pessoas e seus pertences e fornecer a população, uma substancia que supostamente eliminaria a radiação no organismo, processo o qual se daria através da urina e fezes. Quanto aos objetos e roupas, todos foram altamente lavados para que retirassem boa parte da radiação.

· Algum tempo depois algumas pessoas vieram a óbito, devido a não ter suportado a radiação liberada pelo material. Todas as roupas, objetos e pertences dos moradores infectados foram isolados em barris e containeres que poderão ser abertos somente daqui a 180 anos, devido ao receio de contaminação. Após o incidente cerca de 600 pessoas morreram, e até hoje, boa parte da população ainda necessita de tratamento para manter-se estável. As pessoas que foram contaminadas reclamam da ausência do governo e do ministério público, que não fornece suporte, remédio e tratamentos para os infectados, porém em contraponto o governo afirma subsidiar a medicação necessária, porem alega que toda a doença que as pessoas adquirem posteriormente, está interligada ao acidente do Césio-137.

FOTOS CHERNOBIL HOJE







































FONTE: wikipedia e outros
Read more

Isaac Asimov



Impossível comentar de ficção científica sem citar Asimov. E não é pelos seus livros que viraram grandes produções de Hollywood (Eu, Robô e o Homem Bicentenário, por exemplo), mas pela ampla visão do futuro e senso tecnológico apurado.
Isaak Judah Ozimov (1920 - 1992) nasceu em Petrovichi, na Rússia. Era doutor em filosofia, mestre em bioquímica e parte integrante da tríade dos melhores Autores de ficção científica da história, ao lado de Arthur C. Clarke e Robert Heinlein. Escreveu 463 Obras, mas se somarmos artigos, desenhos e coleções editadas, este número passa de 500! É o unico autor que que tem obras em todas as categorias do sistema de classificação Dewey, usado em grande parte das bibliotecas do mundo.
Foi  responsável por popularizar o termo "Robô" para designar os autômatos em seus livros. Teve a inspiração quando leu R.U.R, peça teatral do filósofo Checo Karel Capek, história onde autômatos  humanóides com capacidade de substituir o homem nos trabalhos, são denominados robotas (escravos, em checo). Foi também o criador das famosas Leis da Robótica:


- 1ª lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por inacção, permitir que um ser humano sofra algum mal.
- 2ª lei: Um robô deve obedecer às ordens que lhe sejam dadas por seres humanos, exceto nos casos em que tais ordens contrariem a Primeira Lei.
- 3ª lei: Um robô deve proteger sua própria existência, desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira e Segunda Leis.

A obra "Trilogia Fundação" (Fundação, Fundação e Império e Segunda Fundação) foi considerada a melhor série de ficção científica de todos os tempos, recebendo o renomado Prêmio Hugo de 1966. Foi premiado também em 1963, 1973 (Os próprios deuses), 1977 (O homem bicentenário) e 1983 (Os limites da Fundação)
Em 81, foi dado seu nome à um asteróide, o 5020 Asimov. Também teve uma cratera em Marte agraciada com o seu nome.

Não deixem de ler as preciosas obras deste autor magnífico que estava muito á frente de seu tempo! Prova disso é este video com o próprio Asimov prevendo, em (pasmem!) 1988, o assombroso impacto da Internet na vida do homem:


Retirado do site: http://www.calibre12blog.blogspot.com/2010/09/isaac-asimov.html





Read more

Diploma pode ser apresentado após posse em cargo

Diploma pode ser apresentado após posse em cargo


A Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso manteve sentença de Primeiro Grau que reconheceu o direito de uma candidata aprovada em concurso público para o cargo de assistente social do Município de Bom Jesus do Araguaia (983km a nordeste de Cuiabá) a tomar posse, mesmo tendo como pendência temporária a apresentação do diploma de conclusão do curso exigido para a função. A candidata aprovada demonstrou, em Juízo, ter solicitado devidamente o documento à instituição de ensino na qual estudou, porém não o recebeu em tempo hábil.








A decisão de indeferir o Agravo de Instrumento nº 44304/2010, interposto pela prefeitura do município, foi unânime entre as desembargadoras Clarice Claudino da Silva (relatora), Maria Helena Gargaglione Póvoas (segunda vogal) e a juíza substituta de Segundo Grau Marilsen Andrade Addario (primeira vogal). De acordo com a decisão da câmara julgadora, a candidata poderá tomar posse no cargo, mas deverá apresentar o diploma no prazo de 120 dias, além de fazer o seu registro no conselho profissional competente, sob pena de a medida perder a eficácia caso não cumprida.







Conforme os autos, após ser aprovada no certame e conseqüentemente convocada, a candidata solicitou à municipalidade a prorrogação do prazo para apresentar o documento, uma vez que a faculdade estaria protelando a liberação. O pedido, no entanto, foi negado. A Prefeitura de Bom Jesus do Araguaia argumentou, em contrapartida, que os candidatos aprovados foram convocados para tomar posse e apresentar a documentação exigida no prazo improrrogável de 30 dias, o que não foi cumprido pela agravada. Afirmou ainda que a candidata não estaria habilitada a exercer a profissão, pois o Conselho Regional de Serviço Social encaminhara ofício informando que a mesma não possuía registro naquele órgão.







A postulante ao cargo se formou e participou da cerimônia de colação de grau em 17 de dezembro de 2009, tendo solicitado a expedição do diploma em fevereiro de 2010. Todavia, o corpo administrativo da universidade teria retardado a expedição do diploma. Ao analisar os autos, a relatora ponderou que é inegável o fato de que a aprovação em concurso público depende do preenchimento dos requisitos exigidos no instrumento convocatório, tendo em vista que o edital é a lei do concurso, devendo o candidato a ele se submeter de forma incondicional.







No entanto, segundo o entendimento da magistrada, ainda que o edital crie norma genérica e abstrata válida a todos, é preciso analisar os princípios aplicáveis e encontrar solução que espelhe a igualdade fática reclamada na ação inicial. Afinal, a agravada demonstrou ter concluído regularmente o curso de Serviço Social no segundo semestre de 2009. “Impedir a agravada de tomar posse ante a ausência da apresentação do diploma e por não ter registro no órgão competente (que depende do diploma para ser procedido), seria excesso de formalismo, aliado ao fato de que a situação não ocorreu por sua negligência. Ao contrário, tomou ela todas as medidas possíveis a fim de que fosse expedido em tempo hábil o referido documento, o que só não ocorreu porque a universidade retardou a entrega, pelo fato de estar situada no Estado do Tocantins e ter recebido o requerimento pelo correio somente em março de 2010”, considerou a desembargadora.







Quanto ao registro, a candidata já apresentou nos autos o recibo de pagamento da taxa de sua inscrição no Conselho Regional de Serviço Social. Dessa forma, conforme o voto da relatora, deve ser levado em conta o princípio da razoabilidade e também a excepcionalidade do caso, uma vez que a impossibilidade na entrega de documento se deu por motivos alheios à sua vontade.
Read more

leis

As leis mais estranhas do mundo

Estava fuçando o mundão vasto da internet para entender melhor como funcionam as leis francesas, mas não tem jeito, por mais que eu tente levar minhas pesquisas a sério, acabo sempre encontrando futilidades mais interessantes. Você sabia que na França é proibido morrer, a menos que você ja tenha comprado um lote no cemitério? Que batizar um porco com o nome de Napoleão, da cadeia e que é ilegal tirar fotos de policiais ou de carros de policia, mesmo se eles aparecerem apenas no fundo? Aposto que não sabia! Dai vem passar as férias em Paris e empolgado para fotografar tudo o que vê pela frente, acaba clicando o guardinha e pronto, vai preso sem nem saber porque!

Pensando em você, querido leitor que vive sassaricando pelo mundo, fiz um apanhado das leis mais estranhas do planeta. Por mais absurdas que possam ser as brasileiras, exitem outras piores por ai, olha so:

1 - No Libano, os homens podem ter relações sexuais com animais, mas apenas do sexo feminino. Transou com macho, é pena de morte.

2 - Em Israel, é proibido enfiar o dedo no nariz aos sabados.

3 - Em Londres, Inglaterra, é terminantemente proibido morrer no Parlamento. Quem o fizer, sera preso.

4 - Também em Londres, uma mulher gravida tem o direito de se aliviar em publico, seja aonde for. Inclusive, se ela pedir, no capacete de um policial.

5 - Ja em Liverpool, é permitido vendedoras fazerem topless, desde que a loja venda peixes tropicais.

6 - Na Indonésia, a pena para a masturbação é a decaptação.

7 - Em Cali, Colômbia, uma mulher so pode ter a primeira relação sexual com o seu marido, se a sua mãe estiver presente para testemunhar o fato.

8 - Em Romboch, na Virginia, é proibido transar com as luzes acesas. Também vem de la a lei que inspira o Brasil: a corrupção é ilegal, menos para os politicos, que podem ser tão corruptos quanto quiserem.

9 - Em Vermont, as mulheres casadas precisam de uma autorização dos maridos, por escrito, para usar dentes falsos.

10 - Ja em Hong Kong, as mulheres são mais poderosas. Uma que tenha sido traida, pode legalmente matar o seu marido adultero, desde que seja com as mãos.
Read more

O sonho de todo Brasileiro

ARGUMENTO PARA DISPENSA DO SERVIÇO MILITAR:

Prezado Oficial, Militar,
Venho por intermédio desta pedir a minha dispensa do serviço militar.
A razão para isto bastante complexa e tentarei explicar em detalhes.

Meu pai e eu moramos juntos e possuímos um rádio e uma televisão.
Meu pai é viúvo e eu solteiro. No andar de baixo, moram uma viúva e
sua filha, ambas muito bonitas e sem rádio e nem televisão.
O rádio e a televisão fizeram com que nossas famílias ficassem mais próximas.
Eu me apaixonei pela viúva e casei com ela.
Meu pai se apaixonou pela filha e também se casou com esta.
Neste momento, começou a confusão.

A filha da minha esposa, a qual casou com o meu pai, é agora a minha madrasta.
Ao mesmo tempo, porque eu casei com a mãe, a filha dela também é minha
filha (enteada).
Além disso, meu pai se tornou o genro da minha esposa, que por sua vez
é sua sogra.
A minha esposa ganhou recentemente um filho, que é irmão da minha madrasta.

Portanto, a minha madrasta também é a avó do meu filho, além de ser seu irmão.
A jovem esposa do meu pai é minha mãe (madrasta), e o seu filho ficou
sendo o meu irmão.
Meu filho é então o tio do meu neto, porque o meu filho é irmão de
minha filha (enteada).
Eu sou, como marido de sua avó, seu avô. Portanto sou o avô de meu irmão.

Mas como o avô do meu irmão também é o meu avô, conclui-se que eu sou
o avô de mim mesmo!!! Portanto, Senhor Oficial, eu peço dispensa do
serviço militar baseado no fato de que a lei não permite que avô, pai
e filho sirvam ao mesmo tempo.

Se o Senhor tiver qualquer dúvida releia o texto várias vezes (ou
tente desenhar um gráfico) para constatar que o meu argumento
realmente verdadeiro e correto.

Ass. Avô, pai e filho.

Conclusão: O Rapaz foi dispensado
.



Read more

Pseudo-socialista

Não lembro onde peguei a tirinha.
Read more

A-ha

A-Ha – 25: The Very Best Of A-Ha (2010)

 Na quase completa escassez de boas musicas no mercado achei interessante resgatar algumas musicas que fizeram e fazem sucesso simplesmente por serem boas, divirtan-se

a-ha é uma banda norueguesa de synthpop formada pelo vocalista Morten Harket, o guitarrista Paul Waaktaar-Savoy e o tecladista Magne Furuholmen.
Após formarem o grupo em 1982, saíram da Noruega rumo a Londres com o objetivo de fazer uma carreira no mundo da música. A origem do nome a-ha surgiu após Mags ter lido este termo num caderno de anotações de músicas e outras composições de Paul. O "a-ha" vem da exclamação "aha!!", no sentido de surpresa ou algo novo; Mags sugeriu este nome para a banda, e Paul gostou da idéia, a medida que eles queriam um nome de fácil memorização e que mais se aproximasse do som da língua norueguesa. Depois de pesquisarem dicionários em várias línguas, o grupo descobriu que 'a-ha' era uma forma internacional de expressar reconhecimento, com conotações positivas. Era uma palavra fácil e pouco utilizada.
Suas canções de maior sucesso são "Take On Me", "The Sun Always Shines On TV", "Hunting High And Low", "Stay On These Roads", "You Are The One" e "Crying In The Rain".


BAIXAR CD  1megaupload e 2megaupload










Todos os arquivos contidos neste site, devem ser baixados somente para teste, devendo o usuário apagá-los ou comprá-los após 24 horas. Todos os links e arquivos que se encontram no site, estão hospedados na própria Internet, somente indicamos onde se encontra. Não hospedamos nenhum CD ou programas que sejam de distribuição ilegal. Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que irá utilizá-los. Os usuários que utilizam o site, tem total conhecimento e aceitam os termos referidos acima.
Read more

Einsteim e Bohr

O primeiro debate Einstein-Bohr
por Osvaldo Pessoa Jr.
Em outubro de 1927, realizou-se em Bruxelas o 5º Congresso de Física do Instituto Solvay, e o assunto principal era a nascente Mecânica Quântica. Nesse momento, começava a se consolidar a chamada “interpretação ortodoxa” ou “de Copenhague”, centrada na concepção de complementaridade de Niels Bohr (ver o texto “O Yin-Yag da Complementaridade” - clique aqui) e no princípio de incerteza, formulado por Werner Heisenberg (ver o texto “O Princípio de Incerteza” - clique aqui).

Nesta conferência, estava presente o maior físico da época, Albert Einstein. A foto oficial do evento inclui 19 Prêmios Nobel (obtidos antes e depois do congresso):



Einstein estava insatisfeito com a interpretação de Bohr e Heisenberg. Segundo estes, o princípio de incerteza proibia que uma partícula tivesse, ao mesmo tempo, valores exatos de posição e velocidade; e o princípio de complementaridade proibia que, em um fenômeno ondulatório – como o experimento da dupla fenda, que vimos nos textos “A Primeira Lição de Física Quântica” - clique aqui - e “Interpretando o Experimento da Dupla Fenda” – (clique aqui), pudesse-se afirmar que o “quantum” detectado seguira uma trajetória bem definida, passando por uma fenda bem determinada.

Refresquemos nossa memória com relação a esse problema. Na figura abaixo, representa-se a detecção de um único quantum no ponto R. O quantum aparece como um ponto na tela (lembremos que o acúmulo de milhares desses pontos forma o padrão de interferência esboçado do lado direito da figura), e isso sugere que o quantum corresponda a uma partícula, que segue uma trajetória bem definida. Mas por qual fenda teria passado essa partícula?



Bohr afirmava que esta pergunta não tinha resposta. Neste fenômeno ondulatório (ou seja, que exibe franjas de interferência), não faria sentido atribuir trajetória ao quantum detectado. Não se trata de uma questão de ignorância: não é que o quantum passa por uma das fendas e nós nunca saberemos por qual fenda ele passou. É mais do que isso! Na propagação, o quantum não se comporta como partícula! Ele passa por ambas as fendas!

No Congresso de 1927, onde Bohr apresentou uma palestra sobre sua concepção, Einstein buscou uma maneira de refutar seu amigo. Sua idéia, basicamente, era colocar detectores após as fendas para medir a trajetória dos quanta. No entanto, a interação do detector com o objeto quântico provocaria um razoável distúrbio neste objeto, e o padrão de interferência desapareceria. Determinaríamos a trajetória, mas perderíamos o típico padrão de ondas, o que estaria de acordo com o princípio de complementaridade (o “fenômeno” seria corpuscular). Assim, o que Einstein teria que fazer era bolar uma maneira de determinar a trajetória sem perder o padrão de interferência: com isso refutaria Bohr!

Certa tarde, Einstein apareceu com uma idéia genial (ver foto abaixo, tirada no Congresso). Olhando para a figura acima, suponha que o quantum descreva uma trajetória bem definida, passando pela fenda de cima. Este quantum iria ricochetear no anteparo contendo as fendas, antes de se dirigir para a tela detectora. Ora, se ele ricocheteia, ele deve transferir “momento” para o anteparo. Por exemplo, se jogo uma bola de tênis em uma porta entreaberta, esta porta irá se mover, pois há transferência de momento (e de energia) da bola para a porta.
A idéia de Einstein então era a seguinte: após o quantum chegar na tela detectora, bastaria analisar se o anteparo recebeu um impulso “para cima” ou “para baixo” (em relação à orientação da figura). Esta medição não provocaria um distúrbio no quantum, mas nos daria a informação necessária para determinar por qual fenda ele passou! A interpretação de Bohr estaria assim refutada!

Bohr passou boa parte da noite em claro, pensando no desafio do seu rival. Na manhã seguinte, apareceu sorridente, com uma resposta! A chave de sua resposta era que o anteparo (onde ficam as fendas) deveria estar sujeito ao princípio de incerteza. Se este anteparo fosse suspenso em molas, de forma a que se pudesse medir sua velocidade (para cima ou para baixo) após a passagem do quantum, então, pelo princípio de incerteza, sua posição não seria bem determinada (o princípio de incerteza diz que se a velocidade é bem definida e exata, a posição terá que ser mal definida; ou vice-versa). Ou seja, não se poderia controlar com exatidão a posição das fendas. Mesmo que insistíssemos que um padrão de interferência se formaria, tal padrão se deslocaria (para cima ou para baixo) a cada novo quantum (pois, segundo o princípio da incerteza aplicado ao anteparo, a posição das fendas seria diferente a cada novo quantum).

Assim, é como se esses padrões de interferência ficassem tremidos, borrando o resultado final que é visível na tela, após milhares de quanta passarem pelo sistema. Segundo os cálculos relativamente simples de Bohr, a incerteza na posição das fendas seria suficiente para borrar completamente o padrão de interferência. Ou seja, mesmo esta idéia de Einstein, de medir o momento (ou velocidade) do anteparo após a detecção do quantum, acabaria eliminando as franjas de interferência. Saberíamos as trajetórias, mas perderíamos as franjas ondulatórias. Exatamente como requerido pelo princípio de complementaridade do dinamarquês.

Bohr ganhou a batalha! E isso contribuiu muito para a aceitação da interpretação de Copenhague. Três anos depois, em 1930, no 6o Congresso de Solvay, um novo desafio foi lançado por Einstein (envolvendo o princípio de incerteza para energia e tempo), e Bohr, novamente, conseguiu uma resposta (desta vez utilizando a própria teoria da relatividade geral, formulada por Einstein)!

A essa altura, a atitude de Einstein, desafiadora da interpretação ortodoxa da teoria quântica, já era vista pela maioria dos físicos como uma limitação, um preconceito de um físico de mentalidade antiquada. O debate parecia encerrado. Porém, em 1935, Einstein lançaria seu desafio final (que veremos em breve)!

O relato feito acima pode ser encontrado com mais detalhes no livro de Bohr, Física Atômica e Conhecimento Humano, Ed. Contraponto, Rio de Janeiro, 1995, pgs. 53-65 (texto original de 1949). Já a figura abaixo, retratando um certo momento do debate de 1927 (segundo relato de Bohr, na p. 59 do livro supracitado), foi retirada do livro de HQ Suspended in Language, escrito por Jim Ottaviani e ilustrado por Leland Purvis (General Tektronics Labs). Einstein exclama “Deus não joga dados”, criticando o princípio de incerteza, ao que Bohr responde: “Você não acha que deveríamos ser cautelosos ao usamos a linguagem ordinária para atribuir propriedades a Deus?”

Read more

Você é hipócrita?

Autor: Henrique Andrade   
Hipocrisia pode se resumir a falar mal de algo e gostar, ou até ser/fazer esse algo. Hipocrisia é você imitar ser algo que você não é. É dizer ter virtudes que você não tem. Se você é uma pessoa que finge, você é hipócrita. Um exemplo clássico do de ser hipócrita é denunciar alguém por realizar alguma ação enquanto você realiza a mesma ação. E hipocrisia é o pior que o ser humano tem a oferecer, na minha babaca opinião. Me irrito de verdade quando percebo alguém sendo hipócrita. Até mesmo quando alguém que eu nem conheço vem me perguntar: “Tudo bom?“, porque eu sei que essa pessoa tá pouco se importando, apenas perguntou por educação ou para tentar encontrar assunto para uma conversa, mas essa é a pior forma de começar uma.
Outra coisa exageradamente hipócrita é a religião. Não é questão de você ser muçulmano, cristão ou protestante, se acredita ou não em deus. Mas há de concordar que padres que abusam de crianças é ridículo. E não é só isso, canso de ver pessoas que freqüentam religião X, se dizem totalmente religiosos mas vão contra todos os mandamentos da religião, desde não mentir até mesmo não trair. Você vai na igreja de manhã, reza e pensa se livrar dos pecados pagando o dízimo e mais tarde está falando mal de alguém, está mentindo e provavelmente até traindo.
Sobra hipocrisia para todo lado. Todos no mundo já foram hipócritas ao menos uma vez. Eu sou hipócrita. Você com certeza também é. Quer ver uma situação engraçada? Muitas vezes entro em orkut e vejo em perfis a frase: “[...] Inveja? ninguém merece!”, ou algo parecido. A pessoa acha mesmo que todos sentem inveja dela. Se repetem até acreditarem, mas a verdade é que essa pessoas muitas vezes é que invejam alguém. Ou em simples conversas as pessoas falam mal de fulano, que é invejosa e fofoqueira. Mas quem nunca falou mal de alguém? Você chama alguém de fofoqueiro como se nunca tivesse feito o mesmo? Hipócrita!
E agora chega a época da hipocrisia máxima. As eleições. É um mais santo que o outro. Ninguém nunca roubou, somente os “colegas” é que estão enganando o povo! A cara de pau é ilimitada e eu fico abismado como eles conseguem controlar a população com essa “política do pão e circo” e discursos ensaiados, que eu aposto, que nem foram eles que redigiram.
E ai eu vou tocar num assunto mais polêmico ainda: que é mais hipócrita, o homem ou a mulher?









visto em: http://mulhercomfritas.com/2010/voce-e-hipocrita/
Read more

carta lula para papai noel

Read more

logos

Logos criativos

.
Usou a criatividade para criar um “a” com imagem de um pinguim simbolizando a Antártida ou Antártica
.
.
Logo da empresa CFO que trabalha com ciclismo
.
.
Empresa BISON usando as letras pra desenhar um bisão ou bison
.
.
Empresa ED que trabalha com eletricidade
.
.
Reproduzindo uma familia usando letras
.
.
Logo de uma clinica de reabilitação, usando a cruz da medicina juntamente com uma escada que simboliza a recuperação do paciente dando a “volta por cima”
.
.
A famosa cara de espanto deu origem ao logo da HORROR FILMS
.
.
Criando a ilusão de um “S” no logo da empresa Illusion
.
.
Academia de Yoga com uma mulher praticando movimentos passando impressão do formato do mapa da austrália
.
.
Procura de vinhos, dando imagem de garrafas e óculos como um só objeto
.
.
Precisa falar com o que essa empresa trabalha?
Botas claro !
Read more

frases

“Ter muitos amigos é não ter nenhum.”
Aristóteles
“A amizade é uma alma com dois corpos.”
Aristóteles
“A felicidade não se encontra nos bens exteriores.”
Aristóteles
“A vida é como uma sala de espectáculos; entra-se, vê-se e sai-se.”
Pitágoras
“A felicidade é para quem se basta a si próprio.”
Aristóteles
“Escuta e serás sábio. O começo da sabedoria é o silêncio.”
Pitágoras
“A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.”
Albert Einstein
“O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.”
Albert Einstein1143
“Você pode descobrir mais sobre uma pessoa em uma hora de brincadeira do que em um ano de conversa.”
Platão
“O sábio nunca diz tudo o que pensa, mas pensa sempre tudo o que diz.”
Aristóteles
“A imaginação é mais importante que o conhecimento.”
Albert Einstein
“Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Mas, no que respeita ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta.”
Albert Einstein
“Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.”
Voltaire
“O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.”
Albert Einstein
“Não tentes ser bem sucedido, tenta antes ser um homem de valor.”
Albert Einstein
“Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito.”
Albert Einstein
“A tradição é a personalidade dos imbecis.”
Albert Einstein
“Não há ninguém, mesmo sem cultura, que não se torne poeta quando o Amor toma conta dele.”
Platão
“O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflecte.”
Aristóteles
“Que o mel é docê eu não posso afirmar, mas que parece docê eu afirmo plenamente”
Raul Seixas
“A dúvida é o principio da sabedoria.”
Aristóteles
“O mundo não está ameaçado pelas pessoas más, e sim por aquelas que permitem a maldade.”
Albert Einstein
“Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio – e eis que a verdade se me revela.”
Albert Einstein
“Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz.”
Platão
“Devemos julgar um homem mais pelas suas perguntas que pelas respostas.”
Voltaire
“Uma vida não questionada não merece ser vivida.”
Platão
“No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade.”
Albert Einstein
“Se os fatos não se encaixam na teoria, modifique os fatos.”
Albert Einstein
“O segredo da criatividade é saber como esconder as fontes.”
Albert Einstein
“A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro.”
Albert Einstein
“É mais claro que o sol, que Deus criou a mulher para domar o homem.”
Voltaire
“A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro.”
Platão
“O que é um amigo? Uma única alma habitando dois corpos.”
Aristóteles
“Se, a princípio, a ideia não é absurda, então não há esperança para ela.”
Albert Einstein
“Temos o destino que merecemos. O nosso destino está de acordo com os nossos méritos.”
Albert Einstein
“Nunca existiu uma grande inteligência sem uma veia de loucura.”
Aristóteles
“Se minha Teoria da Relatividade estiver correta, a Alemanha dirá que sou alemão e a França me declarará um cidadão do mundo. Mas, se não estiver, a França dirá que sou alemão e os alemães dirão que sou judeu.”
Albert Einstein
“Tente mover o mundo – o primeiro passo será mover a si mesmo.”
Platão
“Os homens erram, os grandes homens confessam que erraram.”
Voltaire
“Deus me defende dos amigos, que dos inimigos me defendo eu.”
Voltaire
“Geralmente aqueles que sabem pouco falam muito e aqueles que sabem muito falam pouco.”
Jean Jacques Rousseau
“Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito.”
Aristóteles
“Detesto, de saída, quem é capaz de marchar em formação com prazer ao som de uma banda. Nasceu com cérebro por engano; bastava-lhe a medula espinhal.”
Albert Einstein
“A leitura após certa idade distrai excessivamente o espírito humano das suas reflexões criadoras. Todo o homem que lê de mais e usa o cérebro de menos adquire a preguiça de pensar.”
Albert Einstein
“A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras.”
Aristóteles
“Uma discussão prolongada significa que ambas as partes estão erradas.”
Voltaire
“O homem erudito é um descobridor de fatos que já existem – mas o homem sábio é um criador de valores que não existem e que ele faz existir.”
Albert Einstein
“Os ideais que iluminaram o meu caminho são a bondade, a beleza e a verdade.”
Albert Einstein
“Quem comete uma injustiça é sempre mais infeliz que o injustiçado.”
Platão
“A religião do futuro será cósmica e transcenderá um Deus pessoal, evitando os dogmas e a teologia.”
Albert Einstein
“Quem ama extremamente, deixa de viver em si e vive no que ama.”
Platão
“O orgulho dos pequenos consiste em falar sempre de si próprios; o dos grandes em nunca falar de si.”
Voltaire
“A distinção entre passado, presente e futuro é apenas uma ilusão teimosamente persistente.”
Albert Einstein
“Os problemas significativos que enfrentamos não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento em que estávamos quando os criámos.”
Albert Einstein
“Tudo deveria se tornar o mais simples possível, mas não simplificado.”
Albert Einstein
“Todas as riquezas do mundo não valem um bom amigo.”
Voltaire
“É possível descobrir mais sobre uma pessoa numa hora de brincadeira do que num ano de conversa.”
Platão
“As pessoas dividem-se entre aquelas que poupam como se vivessem para sempre e aquelas que gastam como se fossem morrer amanhã.”
Aristóteles
“Procure ser um homem de valor, em vez de ser um homem de sucesso.”
Albert Einstein
“A liberação da energia atômica mudou tudo, menos nossa maneira de pensar.”
Albert Einstein
“A imaginação é mais importante que o conhecimento. Conhecimento auxilia por fora, mas só o amor socorre por dentro. Conhecimento vem, mas a sabedoria tarda.”
Albert Einstein
“Uma coletânea de pensamentos é uma farmácia moral onde se encontram remédios para todos os males.”
Voltaire
“A melhor maneira que o homem dispõe para se aperfeiçoar, é aproximar-se de Deus.”
Pitágoras
“Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos.”
Pitágoras
“Nem tudo o que pode ser contado conta, e nem tudo o que conta pode ser contado.”
Albert Einstein
“A ciência sem a religião é coxa, a religião sem a ciência é cega.”
Albert Einstein
“Se Deus não existisse, seria preciso inventá-lo.”
Voltaire
“A curiosidade é mais importante do que o conhecimento.”
Albert Einstein
“Nenhum homem realmente produtivo pensa como se estivesse escrevendo uma dissertação.”
Albert Einstein
“Não existem métodos fáceis para resolver problemas difíceis.”
René Descartes
“Só os mortos conhecem o fim da guerra.”
Platão
“A esperança é o sonho do homem acordado.”
Aristóteles
“A inteligência é a insolência educada.”
Aristóteles
“Encontra-se oportunidade para fazer o mal cem vezes por dia e para fazer o bem uma vez por ano.”
Voltaire
“O valor do homem é determinado, em primeira linha, pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego.”
Albert Einstein
“Deus é a lei e o legislador do Universo.”
Albert Einstein
“Como é duro odiar os que se gostaria de amar.”
Voltaire
“É fazendo que se aprende a fazer aquilo que se deve aprender a fazer.”
Aristóteles
“Os infinitamente pequenos têm um orgulho infinitamente grande.”
Voltaire
“Todo o homem é culpado do bem que não fez.”
Voltaire
“A esperança é um alimento da nossa alma, ao qual se mistura sempre o veneno do medo.”
Voltaire
“A educação tem raízes amargas, mas os seus frutos são doces.”
Aristóteles
“É sobretudo na solidão que se sente a vantagem de viver com alguém que saiba pensar.”
Jean Jacques Rousseau
“Calarei os maldizentes continuando a viver bem; eis o melhor uso que podemos fazer da maledicência.”
Platão
“Deus não joga aos dados.”
Albert Einstein
“O homem solitário é uma besta ou um deus.”
Aristóteles90
“O único lugar onde sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.”
Albert Einstein
“O mais competente não discute, domina a sua ciência e cala-se.”
Voltaire
“De todos os animais selvagens, o homem jovem é o mais difícil de domar.”
Platão
“Eu nunca penso no futuro. Ele não tarda a chegar.”
Albert Einstein
“O estudo da metafísica consiste em procurar, num quarto escuro, um gato preto que não está lá.”
Voltaire
“Nenhum cientista pensa com fórmulas.”
Albert Einstein
“A fama é para os homens como os cabelos – cresce depois da morte, quando já lhe é de pouca serventia.”
Albert Einstein
“A amizade perfeita apenas pode existir entre os bons.”
Aristóteles
“O nacionalismo é uma doença infantil; é o sarampo da humanidade.”
Albert Einstein
“Não creio, no sentido filosófico do termo, na liberdade do homem. Todos agem não apenas sob um constrangimento exterior mas também de acordo com uma necessidade interior.”
Albert Einstein
“A natureza fez o homem feliz e bom, mas a sociedade deprava-o e torna-o miserável.”
Jean Jacques Rousseau
“O estudo em geral, a busca da verdade e da beleza são domínios em que nos é consentido ficar crianças toda a vida.”
Albert Einstein
“Despreza-se um homem que tem ciúmes da mulher, porque isso é testemunho de que ele não ama como deve ser, e de que tem má opinião de si próprio ou dela.”
René Descartes
“Viver sem filosofar é o que se chama ter os olhos fechados sem nunca os haver tentado abrir.”
René Descartes
“É melhor correr o risco de salvar um homem culpado do que condenar um inocente.”
Voltaire
“Os homens que procuram a felicidade são como os embriagados que não conseguem encontrar a própria casa, apesar de saberem que a têm.”
Voltaire
“O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê.”
Platão
“O livro é um mestre que fala mas que não responde.”
Platão
“Devemos nos comportar com os nossos amigos do mesmo modo que gostaríamos que eles se comportassem conosco.”
Aristóteles
“Tornou-se chocantemente óbvio que a nossa tecnologia excedeu a nossa humanidade.”
Albert Einstein
“Um bom começo é a metade.”
Aristóteles
“Muitos odeiam a tirania apenas para que possam estabelecer a sua.”
Platão
“A cultura é o melhor conforto para a velhice.”
Aristóteles
“O trabalho poupa-nos de três grandes males: tédio, vício e necessidade.”
Voltaire
“A paz é a única forma de nos sentirmos realmente humanos.”
Albert Einstein
“Que vantagem têm os mentirosos? A de não serem acreditados quando dizem a verdade.”
Aristóteles
“O meu ideal político é a democracia, para que todo o homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado.”
Albert Einstein
“Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.”
Platão
“A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição.”
Aristóteles
“A espécie de felicidade de que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero.”
Jean Jacques Rousseau
“A alma resiste muito mais facilmente às mais vivas dores do que à tristeza prolongada.”
Jean Jacques Rousseau
“Deus é um comediante a atuar para uma plateia assustada de mais para rir.”
Voltaire
“A coisa mais indispensável a um homem é reconhecer o uso que deve fazer do seu próprio conhecimento.”
Platão
“A arte de interrogar não é tão fácil como se pensa. É mais uma arte de mestres do que de discípulos; é preciso ter aprendido muitas coisas para saber perguntar o que não se sabe.”
Jean Jacques Rousseau
“O melhor governo é aquele em que há o menor número de homens inúteis.”
Voltaire
“O prazer no trabalho aperfeiçoa a obra.”
Aristóteles
“Não há nada no mundo que esteja melhor repartido do que a razão: toda a gente está convencida de que a tem de sobra.”
René Descartes
“Os homens dizem que a vida é curta, e eu vejo que eles se esforçam para a tornar assim.”
Jean Jacques Rousseau
“O sábio procura a ausência de dor e não o prazer.”
Aristóteles
“Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo e bem feito.”
Pitagoras
“Ajuda o teu semelhante a levantar a carga, mas não a levá-la.”
Pitágoras
“A condição dos homens seria lastimável se tivessem de ser domados pelo medo do castigo ou pela esperança de uma recompensa depois da morte.”
Albert Einstein
“Amo-me a mim próprio demasiado para poder odiar seja o que for.”
Jean Jacques Rousseau
“A parte que ignoramos é muito maior que tudo quanto sabemos.”
Platão
“O segredo de aborrecer é dizer tudo.”
Voltaire
“Ama a verdade, mas perdoa o erro.”
Voltaire
“Quem encontra prazer na solidão, ou é fera selvagem ou é Deus.”
Aristóteles
“Alguns pensam que para se ser amigo basta querê-lo, como se para se estar são bastasse desejar a saúde…”
Aristóteles
“Tomei a decisão de fingir que todas as coisas que até então haviam entrado na minha mente não eram mais verdadeiras do que as ilusões dos meus sonhos.”
René Descartes
“O casamento é a única aventura ao alcance dos covardes.”
Voltaire
“O erro acontece de vários modos, enquanto ser correcto é possível apenas de um modo.”
Aristóteles
“Aquele que já não consegue sentir espanto nem surpresa está, por assim dizer, morto; os seus olhos estão apagados.”
Albert Einstein
“É mais fácil mudar a natureza do plutônio do que mudar a natureza maldosa do homem.”
Albert Einstein
“Que Deus me proteja dos meus amigos. Dos inimigos, cuido eu.”
Voltaire
“Quanto mais do mundo vi, menos pude moldar-me à sua maneira.”
Jean Jacques Rousseau
“O tempo é a imagem móvel da eternidade imóvel.”
Platão
“A leitura engrandece a alma.”
Voltaire
“Jamais considerei o prazer e a felicidade como um fim em si e deixo este tipo de satisfação aos indivíduos reduzidos a instintos de grupo.”
Albert Einstein
“A necessidade que é a mãe da invenção.”
Platão50
“A leitura de todos os bons livros é uma conversação com as mais honestas pessoas dos séculos passados.”
René Descartes
“No fundo de um buraco ou de um poço, acontece descobrir-se as estrelas.”
Aristóteles
“Somente seres humanos excepcionais e irrepreensíveis suscitam ideias generosas e ações elevadas.”
Albert Einstein
“Onde não há igualdade, a amizade não perdura.”
Platão
“O interesse que tenho em acreditar numa coisa não é a prova da existência dessa coisa.”
Voltaire
“Aprender várias línguas é questão de um ou dois anos; ser eloquente na sua própria exige a metade de uma vida.”
Voltaire
“O historiador e o poeta não se distinguem um do outro pelo fato de o primeiro escrever em prosa e o segundo em verso. Diferem entre si, porque um escreveu o que aconteceu e o outro o que poderia ter acontecido.”
Aristóteles
“A pintura é poesia sem palavras.”
Voltaire
“Não há nada que dominemos inteiramente a nao ser os nossos pensamentos.”
René Descartes
“A luta pela verdade deve ter precedência sobre todas as outras.”
Albert Einstein
“Deve-se temer a velhice, porque ela nunca vem só. Bengalas são provas de idade e não de prudência.”
Platão
“O maior prazer que alguém pode sentir é o de causar prazer aos seus amigos.”
Voltaire
“Muitas vezes as coisas que me pareceram verdadeiras quando comecei a concebê-las tornaram-se falsas quando quis colocá-las sobre o papel.”
René Descartes
“Sempre notei que as pessoas falsas são sóbrias, e a grande moderação à mesa geralmente anuncia costumes dissimulados e almas duplas.”
Jean Jacques Rousseau
“Feliz daquele que desfruta agradavelmente da sociedade! Mais feliz é quem não faz caso dela e a evita!”
Voltaire
“Sem amigos ninguém escolheria viver, mesmo que tivesse todos os outros bens.”
Aristóteles
“Para ter sucesso neste mundo não basta ser estúpido, é preciso também ter boas maneiras.”
Voltaire
“A modéstia não pode ser considerada uma virtude, pois assemelha-se mais a um sofrimento do que a uma qualidade.”
Aristóteles
“Não é permitido irritarmo-nos com a verdade.”
Platão
“O menor desvio inicial da verdade multiplica-se ao infinito à medida que avança.”
Aristóteles
“Só pelo amor o homem se realiza plenamente.”
Platão
“A primeira qualidade do estilo é a clareza.”
Aristóteles
“As paixões são os ventos que enfunam as velas dos barcos, elas fazem-nos naufragar, por vezes, mas sem elas, eles não poderiam singrar.”
Voltaire
“A personalidade criadora deve pensar e julgar por si mesma, porque o progresso moral da sociedade depende exclusivamente da sua independência.”
Albert Einstein
“Não há nada que esteja menos sob o nosso domínio que o coração, e, longe de podermos comandá-lo, somos forçados a obedecer-lhe.”
Jean Jacques Rousseau
“O homem nasceu livre e por toda a parte vive acorrentado.”
Jean Jacques Rousseau
“Não ser descoberto numa mentira é o mesmo que dizer a verdade.”
Aristoteles Onassis
“Escrevo-vos uma longa carta porque não tenho tempo de a escrever breve.”
Voltaire
“Há quem brilhe na segunda fila e se eclipse na primeira.”
Voltaire
“Dificuldades e obstáculos são fontes valiosas de saúde e força para qualquer sociedade.”
Albert Einstein
“Só se é curioso na proporção de quanto se é instruído.”
Jean Jacques Rousseau
“Não prestamos para nada se só formos bons para nós próprios.”
Voltaire
“Sou escravo pelos meus vícios e livre pelos meus remorsos.”
Jean Jacques Rousseau
“Todo homem é poeta quando está apaixonado.”
Platão
“O que viveu mais não é aquele que viveu até uma idade avançada, mas aquele que mais sentiu na vida.”
Jean Jacques Rousseau
“O cansaço físico, mesmo que suportado forçosamente, não prejudica o corpo, enquanto o conhecimento imposto à força não pode permanecer na alma por muito tempo.”
Platão
“Para nos mantermos bem é necessário comer pouco e trabalhar muito.”
Aristóteles
“A educação do homem começa no momento do seu nascimento; antes de falar, antes de entender, já se instrui.”
Jean Jacques Rousseau
“O supérfluo é uma coisa extremamente necessária.”
Voltaire
“A beleza é a melhor carta de recomendação.”
Aristóteles
“Em estado de dúvida, suspende o juízo.”
Pitágoras
“A natureza não faz nada em vão.”
Aristóteles
“A espécie de felicidade que me falta, não é tanto fazer o que quero mas não fazer o que não quero.”
Jean Jacques Rousseau
“O homem prudente não diz tudo quanto pensa, mas pensa tudo quanto diz.”
Aristóteles
“As grandes coisas são muitas vezes mais fáceis do que aquilo que se pensa.”
Voltaire
“A paz do coração é o paraíso dos homens.”
Platão
“A maior parte dos homens é como a pedra do íman. Tem um lado que atrai e outro que repele.”
Voltaire
“Não basta termos um bom espírito, o mais importante é aplicá-lo bem.”
René Descartes
“Os olhos do espírito só começam a ser penetrantes quando os do corpo principiam a enfraquecer.”
Platão
“A verdadeira amizade significa unir muitos corações e corpos num coração e num espírito.
Pitágoras”

“A democracia surgiu quando, devido ao fato de que todos são iguais em certo sentido, acreditou-se que todos fossem absolutamente iguais entre si.”
Aristóteles
“Não eduques as crianças nas várias disciplinas recorrendo à força, mas como se fosse um jogo, para que também possas observar melhor qual a disposição natural de cada um.”
Platão
“Devemos aprender durante toda a vida , sem imaginar que a sabedoria vem com a velhice.”
Platão
“O homem é mortal por seus temores e imortal por seus desejos.”
Pitágoras
“O interesse que tenho em acreditar numa coisa não é prova da existência dessa coisa.”
Voltaire
Read more